(15) 3411-7444

Hipertireoidismo em cães: tudo o que você precisa saber

Hipertireoidismo em cães
0
(0)

Hipertireoidismo em cães: tudo o que você precisa saber

O hipertireoidismo em cães está se tornando cada vez mais comum e precisa de tratamento adequado. Tendo em vista que, é uma alteração importante e que impacta a qualidade de vida de seu cachorro.

Por isso mesmo, nós trouxemos mais informações que vão te ajudar a compreender a questão e tratar da melhor maneira possível.

O que é o hipertireoidismo em cães

Trata-se de uma doença comum em gatos e que está se tornando comum em cães, que altera a quantidade de hormônios T3 e T4 no organismo do animal.

Essa é uma alteração endócrina importante, que impacta significativamente a saúde de seu cachorro. O ideal é descobrir a condição rapidamente para evitar que a vida de seu pet seja encurtada.

Afinal, alterações de T3 e T4 podem desencadear problemas cardíacos quando o tratamento correto demora a ser iniciado.

Sintomas de hipertireoidismo nos cães

Alguns sinais podem se apresentar, mas não é obrigatório que eles se manifestem, como é o caso de:

  • Aumento do apetite;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Perda de peso;
  • Hiperatividade;
  • Irritabilidade;
  • Aumento do volume de fezes;
  • Micção excessiva.

É possível que o animal não apresente nenhum sintoma ou apresente alguns dos sintomas anteriormente citados.

Cada animal manifesta a doença de uma forma e o ideal é que o tutor esteja sempre atento, para que possa procurar ajuda profissional caso identifique uma alteração comportamental importante de seu pet.

O que causa alteração de tireoide em cachorro?

Existem várias alterações que podem desencadear problemas de tireoide no cachorro. Como é o caso de ser uma disfunção autoimune, que é algo que já nasce com o pet e se desenvolve ao longo da vida.

Geralmente, os anticorpos do cachorro destroem o próprio tecido da tireoide, fazendo com que os hormônios da glândula deixem de ser produzidos naturalmente.

Em outros casos, mais raros, o cachorro tem uma deficiência na produção dos hormônios de sua tireoide, seja o T3 ou T4.

Assim como também é possível e mais difícil de diagnosticar, que o cachorro tenha uma deficiência na produção de iodo, o que dificulta a síntese de seus hormônios da tireoide.

Como saber se o cachorro tem hipotireoidismo?

O primeiro passo é observar o comportamento de seu cachorro, com o intuito de identificar se ele apresenta alguma alteração.

Caso identifique comportamento fora do habitual, é útil conversar com o seu veterinário de confiança ou um veterinário endocrinologista, para que o profissional possa fazer testes como a análise física, teste laboratorial e outros exames pertinentes.

A partir de então, o profissional poderá diagnosticar qualquer eventual alteração em seu cachorro, contribuindo para que possa iniciar o tratamento de acordo com a alteração que foi diagnosticada.

Ter um profissional confiável que acompanha a saúde de seu pet faz toda a diferença, para que possa ter os cuidados mais apropriados para que seu cachorro tenha uma vida longa e saudável.

Afinal, é necessário investir em exames, alimentação adequada, medicação caso o pet apresenta alterações de saúde e tudo isso contribui para que o animal possa ter qualidade de vida.

O tratamento é simples

A boa notícia é que o tratamento para hipotiroidismo em cães é bastante simples, com reposição hormonal que o veterinário irá orientar.

É preciso administrar o remédio via oral diariamente, para que o cachorro possa ter a regulação hormonal necessária para seu bem-estar.

Caso suspeite de qualquer alteração de saúde de seu pet, não hesite em procurar ajuda! Ter um veterinário de confiança faz toda a diferença para que seu cachorro tenha saúde e bem-estar. Agende uma consulta conosco e garanta o bem-estar de seu melhor amigo. Afinal, a saúde não pode esperar.

Avalie essa postagem

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Ainda sem votos:

Tags

What do you think?
Related Articles